Como é feito o exame grafotécnico

Data: 09/04/2018 | Fonte: Nero Perícias

O exame grafotécnico é um procedimento de segurança extremamente popular no mercado imobiliário e no setor judicial. Saiba o porquê.

O exame grafotécnico é um procedimento muito utilizado dentro do setor judicial e imobiliário. Nele, o perito de assinatura avalia se documentos manuscritos são autênticos, ou, se eles passaram por algum tipo de alteração. Ele é constantemente requisitado em processos judiciais que envolvam heranças.

Durante a realização dessa técnica, o especialista faz a análise da documentação que precisa ser testada. Por meio da combinação de diferentes métodos, ele irá determinar se quem assinou o documento foi realmente o titular ou outra pessoa tentando imitar a escrita.

A perícia grafoscópica só pode ser realizada por um perito grafotécnico. Este, por sua vez, precisa ser especializado nessa área. O profissional deve uma capacitação em grafoscopia. Essa formação, por sua vez, deve ser aprovada por todos os órgãos regulamentadores do setor.

Como é feito o exame grafotécnico

Esse tipo de teste pode ser solicitado de duas formas: Extrajudicial e Judicial. No primeiro caso, ele pode ser requisitado por qualquer pessoa; já no segundo, o profissional é solicitado diretamente pelo juiz encarregado pelo processo judicial.

Exame grafotécnico: classificações

O exame grafotécnico possui três classificações. Isso quer dizer que ele pode ser realizado de três maneiras distintas. Todas as técnicas só podem ser aplicadas por um perito em assinatura. Além disso, elas também podem ser combinadas umas com as outras para a obtenção de um resultado mais seguro, são elas:

1. Unicidade de punho

Esse é um método utilizado quando não há um padrão a ser avaliado, mas, sim, diferentes materiais. Nesse caso, a perícia grafotécnica é realizada com o objetivo de encontrar semelhanças ou distinções entre as escritas. Dessa forma, é possível avaliar se um mesmo autor foi responsável por diferentes manuscritos.

Vários tipos de peças podem ser avaliadas nesse método. Agendas, diários, anotações, cadernetas, folhas avulsas, bilhetes, cartas de suicídio, testamentos feitos sem o acompanhamento de um especialista, são alguns dos itens.

2. Autoria Gráfica

Nessa segunda técnica, o objetivo é identificar ou descartar a autoria de uma assinatura. Nesse caso, o autor da escrita é identificado por meio da análise de padrões. Esse recurso é muito utilizado para verificar se foi realmente o titular que assinou algum tipo de documento (cheques, contratos, testamentos e etc).

3. Autenticidade Gráfica

É muito parecida com a Autoria Gráfica. No entanto, nesse caso, também é avaliada se a assinatura é realmente verdadeira, ou, se ela sofreu algum tipo de alteração.

O exame grafotécnico pode utilizar uma ou mais técnicas combinadas, dependendo do caso. Todas as técnicas têm como base conhecimentos científicos comprovados.

Como é elaborado o Laudo do exame grafotécnico?

O relatório da perícia é um documento extremamente importante e complexo. Ele deve ser feito de forma detalhada, mas sem utilizar uma linguagem muito complexa. Isso porque, muitos juízes colocam como regra que qualquer pessoa possa entender a análise que foi feita, até mesmo leigos.

Esse documento deve descrever como o método de avaliação foi feito, bem como quais materiais foram levados em conta. Em alguns casos, o perito de assinatura também pode anexar os itens que foram analisados, para exemplificar a sua análise.

Ao final do laudo, o especialista deve expor de forma clara quais os resultados obtidos. Na maioria dos processos judiciais, apenas o relatório é solicitado, mas em alguns casos a presença do perito também pode ser requisitada.

Por que a perícia grafotécnica é usada no mercado imobiliário?

Esse tipo de procedimento é muito utilizado no setor para garantir a segurança de todas as partes envolvidas na negociação. Desse modo, fica garantida que as assinaturas do contrato são verdadeiras e de autoria dos titulares. Basicamente, o exame grafotécnico visa assegurar o processo.

Se você precisa de um perito em Grafoscopia, entre em contato com a NERO Perícias. Ela possui uma equipe de peritos grafotécnicos credenciados ao CONPEJ (Conselho Nacional de Peritos Judiciais) aptos a atuar tanto na esfera judicial como extra-judicial.

Entre em contato hoje mesmo com a Nero Perícias e solicite um orçamento sem compromisso: ligue (17) 3021-9200 ou (17) 99712-6600 se você estiver na Capital e (11) 2829-8767 ou (11) 98366-6518 se você estiver no interior..

A NERO Perícias faz perícia grafotécnica em todo o Brasil.

Gostou desse post? Compartilhe e leia outros artigos no blog!


Mais notícias...