Assistência técnica a advogados em perícias judiciais e extrajudiciais de avaliação de imóveis

Data: 17/07/2017 | Fonte: Nero Perícias

Fazer a avaliação de imóveis requer um cuidado especial e competente, uma vez que esse trabalho engloba a determinação da valorização de um bem e também suas características a serem conhecidas por quem deseja obtê-lo. Por conter uma série de tarefas específicas, o serviço precisa ser feito por um profissional especializado e qualificado para executar o trabalho.

Para quem precisa desse serviço, mas não tem noção de quem procurar e por onde começar, é bom manter-se informado com esses detalhes que podem facilitar a procura e não ter infortúnios posteriores. Acompanhe!

Informações principais

Antes de tudo, é preciso se atentar ao profissional que realiza a avaliação. Por ser um serviço específico, o profissional precisa seguir as regras determinadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas e Técnicas) para executar a avaliação, além de possuir o CNAI (Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários), regido pelo COFECI (Conselho Federal de Corretores Imobiliários). Por meio desse registro, o perito pode emitir um laudo pericial ou o PTAM (Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica).

assistência técnica a advogados em perícias judiciais e extrajudiciais de avaliação de imóveis

Como é feito o serviço de quem avalia um imóvel?

O serviço se baseia numa fundamentação teórica para determinar o valor de mercado para o imóvel ou então de um direito sobre ele. Quem realiza o trabalho é o perito avaliador de imóveis, que compara o imóvel no processo com outros semelhantes para fazer a avaliação e faz os ajustes necessários de acordo com o estado de conservação para determinar o valor.

Qualquer imóvel pode ser avaliado, seja ele rural, urbano ou industrial. Porém, os outros imóveis a ser comparados precisam estar próximos ao espaço que está sendo avaliado. Dentro do regime técnico e jurídico, o perito faz a avaliação e pode utilizar alguns recursos que podem influenciar no valor determinado como um inventário, aluguéis pagos, seguros, operações de compra e venda, tributos cobrados por instituições públicas e outros quesitos, por exemplo.

No entanto, nem sempre o método é o mesmo. Algumas vezes o perito pode fazer a comparação com imóveis diferentes como um edifício ou um prédio industrial, também na mesma zona onde o imóvel se encontra, mas com acabamentos ou características diferentes.

Outro detalhe que também pode diferenciar o método utilizado é usar dados de transações de propriedades diferentes, mas que se englobam no mesmo estado de conservação a ser avaliado. Tudo isso é analisado por uma avaliação justa e correta, até porque o regime que serve como base para valorização do bem é o mesmo.

É por isso que é importante encontrar um profissional de grande experiência e ética para realizar a tarefa. Não que a tarefa seja complicada ou que exija muito tempo, mas as competências exigidas para a avaliação são específicas e muito segmentadas, com um nível de responsabilidade ainda maior.

Tanto na hora de fazer a avaliação, o profissional também precisa ser capacitado, pois a emissão do laudo pericial também exige conhecimentos específicos. Detalhes sobre análise de prejuízos acumulados, inventários e partilhas, regularização imobiliária, garantias bancárias, planejamento tributário e outras informações precisam constar no documento e só alguém especializado pode executar essas ações no laudo e também realizar todo o trabalho de forma justa e competente.

Se você precisa de assistente técnico em processos que envolva avaliação imobiliária, entre em contato com a NERO Perícias. Ela possui uma equipe de peritos avaliadores de imóveis credenciados junto ao CNAI (Conselho Nacional de Avaliadores Imobiliários) e CONPEJ (Conselho Nacional de Peritos Judiciais) aptos a atuar tanto na esfera judicial como extra-judicial.

Entre em contato hoje mesmo com a Nero Perícias e solicite um orçamento sem compromisso: ligue (17) 3021-9200 ou (17) 99712-6600.

A NERO Perícias faz avaliação de imóveis em todo o Brasil.


Mais notícias...